Apresentação

A escola, por ser o primeiro agente socializador fora do círculo familiar da criança, torna-se a base da aprendizagem se oferecer todas as condições necessárias para que ela se sinta segura e protegida. Assim, para que a criança tenha um desenvolvimento saudável e adequado dentro do ambiente escolar e, consequentemente, na vertente social, é necessário que haja um estabelecimento de relações interpessoais positivas, possibilitando assim o sucesso dos objetivos educativos. (Krueger,s/d)

Partindo deste pressuposto e sabendo que a primeira infância é crucial e determinante na vida de qualquer criança, a Educação Pré-Escolar assume-se como a primeira etapa do processo educativo ao longo da vida. Pela importância que assume no desenvolvimento das crianças, e sendo complementar à ação educativa da família, com a qual deve estabelecer estreita relação, a Educação Pré-Escolar define a sua ação mediante as Orientações Curriculares emanadas pelo Ministério da Educação e que assentam, essencialmente, em três vertentes:
 

  • Área de Formação Pessoal e Social
  • Área de Expressão e Comunicação
  • Área de Conhecimento do Mundo

Estas áreas de conteúdo, transversais, integradoras e complementares, orientam a prática pedagógica do educador de infância e contribuem para que a Educação Pré-Escolar se torne motor de cidadania, alicerce de uma vida social, emocional e intelectualmente equilibrada.

e-Escola
maio / 2018
S T Q Q S S D
30 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27

Festa Anual

28 29 30 31 1 2 3
Jornal Mundo da Criança Ementa Semanal